Novena à Virgem da Ternura – 8º dia

Pentecostes

Oração de invocação ao Espírito Santo –   Rei Celeste, Espírito consolador

Rei celeste, Espírito Consolador, Espírito de Verdade, presente em toda parte e a tudo cumulando, tesouro de todo bem e fonte da Vida, vinde, habitai em nós (2x), purificai-nos e salvai-nos, ó Vós, que sois bom!

Leitura – Atos dos Apóstolos 1, 12-14

Preparação para Pentecostes — 12“Então, do monte chamado das Oliveiras, voltaram a Jerusalém. A distância é pequena: a de uma caminhada de sábado. 13Tendo entrado na cidade, subiram à sala superior, onde costumavam ficar. Eram Pedro e João, Tiago e André, Filipe e Tomé, Bartolomeu e Mateus; Tiago, filho de Alfeu, e Simão, o Zelota; e Judas, filho de Tiago. 14Todos estes, unânimes, perseveravam na oração com algumas mulheres, entre as quais Maria, a mãe de Jesus, e com os irmãos dele”.

Meditação

Nos dias que antecederam a festa de Pentecostes, após a ressurreição de Jesus, os apóstolos perseveravam unidos em oração, mostrando o caminho para todos aqueles que desejam ser cheios do Espírito Santo. É o Espírito Santo que é capaz de nos transfigurar em Cristo e tornar toda a obra apostólica da Igreja realmente eficaz.

No meio dos apóstolos estava aquela que foi a criatura mais dócil ao Espírito Santo, a ponto de gerar Jesus no seu ser. Por isso, todos aqueles que realmente desejam ser dóceis a este Espírito, precisam desenvolver uma autêntica piedade mariana.

(se a novena for feita pessoalmente, faça um momento de silêncio para meditar; se for feita em grupo, é o momento para a partilha).

Oração do dia:

Ó Virgem da Ternura, tu que estiveste com os apóstolos no Cenáculo, em Pentecostes, sendo aquela que, pela oração e humildade, atraiu o Espírito Santo sobre eles (para os apóstolos), vos pedimos: intercede por nós para que a força, a luz e a unção do Espírito Santo venham sobre nós, para que, cheios de sua graça, possamos viver em plenitude nossa vocação de filhos de Deus, isto é, sermos transfigurados.  Amém.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo…

 

Consagração à Virgem da Ternura

Consagro-me a ti, ó Virgem da Ternura, tu que és a amada filha de Deus Pai, obediente esposa do Espírito Santo e mãe amorosa de Jesus. A tua íntima relação com a Trindade santa te transfigurou num grau de beleza, doçura e ternura jamais alcançados por nenhuma outra criatura do céu ou da terra.

Ó Virgem da Ternura, tu que és bela, atrai meus sentidos, afetos e faculdades para Jesus para que assim eu possa conhecê-Lo como “Caminho, Verdade e Vida”.

Ó Virgem da Ternura, tu que foste plenamente dócil a Deus, ensina-me o caminho da obediência ao teu Filho Jesus, para que eu possa dizer como São Pedro: “a quem iremos, só tu tens palavras de vida eterna”.

Ó Virgem da Ternura, tu que, ao conviver íntima e profundamente com teu Filho Jesus, te tornaste toda terna, ensina-me o caminho da intimidade com Ele, para que eu também possa dizer como São Paulo: “já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim”.

Por fim, ó mãe bela, doce e terna, como filho confiante na tua união com teu amado Jesus, peço a graça…. (pedido pessoal), sabendo que serei atendido conforme a vontade do Pai, que me ama e sabe o que é melhor para mim. Amém.

Pai nosso…

Ave-Maria…

 

Reze conosco os dias da novena: