Novena à Virgem da Ternura – 5º dia

Jesus perdido e achado no templo

Oração de invocação ao Espírito Santo:

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do Vosso amor.

Enviai, Senhor, o Vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra.

Oremos: Ó Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas e gozemos sempre da sua consolação.

Por Nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Leitura – Lucas 2,41-52

Jesus perdido e achado no templo — 41”Seus pais iam todos os anos a Jerusalém para a festa da Páscoa. 42Quando o menino completou doze anos, segundo o costume, subiram para a festa. 43Terminados os dias, eles voltaram, mas o menino Jesus ficou em Jerusalém, sem que seus pais o notassem. 44Pensando que ele estivesse na caravana, andaram o caminho de um dia, e puseram-se a procurá-lo entre os parentes e conhecidos. 45E não o encontrando, voltaram a Jerusalém à sua procura. 46Três dias depois, eles o encontraram no Templo, sentado em meio aos doutores, ouvindo-os e interrogando-os; 47e todos os que o ouviam ficavam extasiados com sua inteligência e com suas respostas. 48Ao vê-lo, ficaram surpresos, e sua mãe lhe disse: “Meu filho, por que agiste assim conosco? Olha que teu pai e eu, aflitos, te procurávamos”. 49Ele respondeu: “Por que me procuráveis? Não sabíeis que devo estar na casa de meu Pai?” 50Eles, porém, não compreenderam a palavra que ele lhes dissera”.

Meditação

A resposta de Jesus à sua mãe: “Não sabeis que devo estar na casa de meu Pai?” (Lc 2,49), sinaliza sua identidade divina, juntamente com sua missão de Salvador da humanidade, exigindo mais uma vez da Virgem Maria e de José uma atitude de fé que supera toda a lógica humana.

A Virgem Maria entra cada vez mais na dinâmica do conhecimento do mistério de Deus revelado na pessoa de Jesus, e uma frase resume bem esse processo: “ela guardava todas as coisas no seu coração” (Lc 2,19), isto é, ela confrontava os acontecimentos de sua vida com as palavras de Jesus. Eis aí a verdadeira arte da meditação.

(se a novena for feita pessoalmente, faça um momento de silêncio para meditar; se for feita em grupo, é o momento para a partilha).

Oração do dia:

Ó Virgem da Ternura, tu que meditavas no coração as palavras de Jesus, ensina-nos a confrontar diariamente nossa vida com as Sagradas Escrituras, em clima de oração e docilidade à voz do teu Filho. Amém.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo…

 

Consagração à Virgem da Ternura

Consagro-me a ti, ó Virgem da Ternura, tu que és a amada filha de Deus Pai, obediente esposa do Espírito Santo e mãe amorosa de Jesus. A tua íntima relação com a Trindade santa te transfigurou num grau de beleza, doçura e ternura jamais alcançados por nenhuma outra criatura do céu ou da terra.

Ó Virgem da Ternura, tu que és bela, atrai meus sentidos, afetos e faculdades para Jesus para que assim eu possa conhecê-Lo como “Caminho, Verdade e Vida”.

Ó Virgem da Ternura, tu que foste plenamente dócil a Deus, ensina-me o caminho da obediência ao teu Filho Jesus, para que eu possa dizer como São Pedro: “a quem iremos, só tu tens palavras de vida eterna”.

Ó Virgem da Ternura, tu que, ao conviver íntima e profundamente com teu Filho Jesus, te tornaste toda terna, ensina-me o caminho da intimidade com Ele, para que eu também possa dizer como São Paulo: “já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim”.

Por fim, ó mãe bela, doce e terna, como filho confiante na tua união com teu amado Jesus, peço a graça…. (pedido pessoal), sabendo que serei atendido conforme a vontade do Pai, que me ama e sabe o que é melhor para mim. Amém.

Pai nosso…

Ave-Maria…

 

Reze conosco os dias da novena: